domingo, abril 27, 2008

Rio Ave, 0 x Varzim, 1

Na recepção ao Varzim para a reedição de um derby sempre apetecível e com histórica tradição, a equipa do Rio Ave acabou por ser derrotada pela margem mínima de uma bola a zero, com golo apontado aos 26 minutos da 2ª parte. O jogo foi bem disputado e muito equilibrado (o Varzim deslocou-se a Vila do Conde com clara intenção de não facilitar a tarefa dos vilacondenses), pelo que o empate poderia ter sido o resultado mais justo, até para premiar as largas centenas de adeptos que se deslocaram ao Estádio para assistir ao desafio. Com este resultado, a equipa de Vila do Conde perdeu alguma margem de manobra em relação aos mais directos adversários na luta pela subida de divisão, mas continua a depender de si mesmo, mantendo vantagem pontual sobre Gil Vicente (1 ponto), Vizela e Olhanense (3 pontos). Na próxima jornada, o Rio Ave recebe o Santa Clara.

in www.rioave-fc.pt

39 Comments:

MARIA - PRA SP RIO AVE disse...

Há tantos anos k eles não nos ganhavam, coitadinhos uma alegria depois de alguns anos de vida, já têm idade para serem felizes, principalmente o Alexandre.
Rapaz de vida. ou melhor de clube, é só tristezas a idade vai avançando e temos k gozar a vida...

O PENALTY DE ONTEM NINGUÉM VIU E SE FOSSE MARCADO E NÃO TERMINASSEMOS COM 10, VOCÊS VIAM QUEREM ERAM OS VERDADEIROS VENCEDORES!
RIO AVE ETERNAMENTE!

MARIA - PRA SP RIO AVE disse...

Há tantos anos k eles não nos ganhavam, coitadinhos uma alegria depois de alguns anos de vida, já têm idade para serem felizes, principalmente o Alexandre.
Rapaz muda de vida, ou melhor de clube, é só tristezas a idade vai avançando e temos k gozar a vida...

O PENALTY DE ONTEM NINGUÉM VIU E SE FOSSE MARCADO E NÃO TERMINASSEMOS COM 10, VOCÊS VIAM QUEREM ERAM OS VERDADEIROS VENCEDORES!
RIO AVE ETERNAMENTE!

MARIA - PRA SP RIO AVE disse...

Ser Varzinista
è não ser inteligente,
olhem o Rio Ave,
está à vossa frente.

Vieram ao estádio,
vieram à borlixe,
escusavam era de ter em campo,
tanta paneleirice...

LUTAR LUTAR,
COM FIBRA DE CAMPEÃO,
QUERER VENCER,
COM VIBRANTE ANIMAÇÃO,
E SUPERAR,
SEMPRE, SEMPRE O TEU RIVAL,
ÉS RIO AVE, MUITO NOSSO SEM IGUAL!!!

Anónimo disse...

Espero não voltar a morrer na praia... em relação ao jogo de ontem acho que o varzim acaba por ser um justo vencedor, pois:
1-quando o Eusébio consegue aguentar o Delson (se fosse o Evandro toda a gente criticava) em campo o jogo todo.
2-o Rogério Matias consegue jogar nesta equipa (parece um miudo de 18 anos que subiu a senior de tanta asneira que faz)
3-quando o Eusébio consegue estar a perder em casa (e com os polacos)e o Rogério é expulso, o Miguel Lopes assinalou com os dedos para o banco a perguntar se jogavam os três (Ele, Bruno e Danielson) atrás, e ele assinala com os dedos, não com quatro e faz entrar um televisor avariado (SAMSON-como é que pode ser jogador), não arriscando nada (estava com medo de perder 2 ou 3 zero???? os pontos perdidos eram os mesmos. OK)
4-quando o Rogério é expulso (INFANTILIDADE) o jogador que tinha que entrar era o Wires (muita força e pulmão para andar no meio campo nessa altura do jogo) e saía o Delson que se andava a arrastar em campo.
5-se o Rio Ave não subir este ano o principal culpado é novamente o Eusébio e adirecção pois são mesmo muito fracos, este ano ainda não vi uma unica vitória descansada em casa foram todas vitórias sofridas e mal jogadas.
6-é uma vergonha perder com os polacos ao fim de 30 anos em casa e logo nestas circunstancias, nós a precisarmos dos pontos para subir e eles para não descerem.

Espero que sejamos nós a subir pois pelo o que já sofremos o ano passado e este ano, mereciamos.

Em relação ás BORLAS É FAVOR ACABAR COM ELAS, POIS NÃO TRAZEM NADA DE NOVO AO CLUBE E AO AMBIENTE NO ESTÁDIO (PENSO QUE JÁ ESTÁ PROVADO??? NÃO)

FORÇA RIO AVE RUMO Á BWIN

ASS. O CATIVO

aleluia disse...

Sou sócio e levantei na semana passada 2 bilhetes para assistir ao jogo e levei comigo 2 simpatizantes do Rio Ave.

Penso que era esta a posição a tomar por todos os sócios do Rio Ave.

Mas que sócios são estes que entregaram centenas/milhares de bilhetes aos adeptos Varzinistas, para virem de borla ao nosso estádio insultar o Paiva sempre que este fazia o pontapé de baliza. Mas mais, vieram pressionar o árbitro e conseguiram com isso ajudar a expulsar o Rogério Matias.

Mais ainda, são alguns desses os sócios que reclamavam contra a direcção quando esta abria os portões no ano passado.

Com sócios destes mais vale manter o acesso apenas a quem tiver a quota em dia e a quem comprar bilhete.

Diana disse...

Ser Rio Ave é um orgulho
Ser Varzim uma frustração
Aconteça o que acontecer
tenho sempre o Rio Ave no coração!


Perdemos 1a batalha com a polacagem
Não perdemos a guerra
Vamos la mostrar coragem
Pa no fim festejar.mos e invadir aquela terra!


Tamos iguais em bola barage
Mas não estamos iguais em qualidade
Vamos lutar até ao fim
Pa depois gozar.mos com a polacage




Força Rio Ave contigo na 1ª 2ª ou até mesmo nas distritais!

caxineiro disse...

vamos lutar ate ao fim, por que nos podemos y queremos FORÇA RIO AVE AMO-TE

caxineiro disse...

Temos duas finais malta vamos todos apoiar os nossos Jogadores FORÇA RIO AVE

caxineiro disse...

Eu acredito FORÇA RIO AVE, a criticar não vamos la, assim é falar Maria-pra sp rio ave, nos vamos conseguir

ETERNO VARZIM disse...

Enfim querem subir nem de borla conseguem enche uma miséria de uma bancada quanto aos anos de vida já o Varzim era grande quando o gorbachov do municipio decidiu formar esse clubezinho de bairro ja agora se ainda nao sei porque que nao foram fiscalizados pois com 100 pessoas no barraco e quase todas de borla gostava de saber de onde bem o dinheiro ou nao será da câmara ???? deve ser pois infelizmente o dinheiro do saneamento e agua foi todo direitinho para essa miséria de clube

Anónimo disse...

0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !
0-1 Para mais tarde recordar !

Anónimo disse...

FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE
FODERAM-SE

MARIA - PRA SP RIO AVE disse...

Pessoal eu tou com bastante eserança, mas se não subirmos ficarei feliz pois lutamos com grande dignidade e educação.
Com as provocações que houve no domingo, vos garanto, póvoa vai ser invadida, nem k vá sozinha mas hei-de ir lá, jamais serão superiores, os lobinhos do mar, não sei onde foram buscar tanta babuseira, vão-se calar.
Tudo depende de nós e não de terceiros é obrigatório ganhar os 2 jogos sem dependências.
Logo deixem o vosso comentário no Porto Canal os jogadores precisam de incentivos...
FORÇA RIO AVE!!! ATÉ DEPOIS DE MORRER

Moisés Cambola disse...

O Varzim ganhou porque foi mais forte, a nossa equipa entrou expectante, deu tempo ao Varzim e eles ganharam confiança, parecia o último jogo da vida dessa gente.
Foram mais fortes nesse jogo mas não o são no campeonato, a classificação diz a verdade.
CONTINUAMOS A DEPENDER DE NÓS!
Vamos ACREDITAR, VAMOS VENCER O SANTA CLARA!
Quero deixar uma palavra de incentivo aos atletas, NÓS CONTINUAMOS A ACREDITAR EM VOCÉS!

Nota nº1- Cartão vermelho á direcção do Rio Ave, em especial ao presidente Paulo de Carvalho, temos de aprender com os erros, vocé não aprende mesmo.
Para que serve as borlas? Para que serve os convites?
OS QUE APOIAM O RIO AVE, SÃO OS QUE SOFREM E ACOMPANHAM A EQUIPA SEMPRE.
BORLAS NUNCA MAIS, NUNCA MAIS!
Espero que não cometam novamente essa falha já contra o Santa Clara...
Nota nº2- Cartão vermelho aos sócios do Rio Ave que ofereceram convites aos Varzinistas, deram prova de falso AMOR AO RIO AVE, não foram responsáveis, são adeptos de ocasião.

QUEM FOR VERDADEIRAMENTE RIOAVISTA, TEM DE ACREDITAR! Vamos dar confiança á nossa equipa, continuamos em lugares de subida e vamos DAR UM GRITO DE REVOLTA VENCENDO o Santa Clara.

FORÇA RIO AVE! CONFIANÇA!
PERDEMOS UM JOGO MAS VAMOS GANHAR UM CAMPEONATO (subida!)

Anónimo disse...

Nós fodemo-nos esta semana, e vocês andam fudidos toda a epoca, ou melhor
vocês andavam fudidos já á 30 epocas...
Pois já não se lembravam de nos ganhar! coitados se não fossem o Brazim até tinha pena de voces mas como sao nao tenho, quanto mais enterrados voces estiverem mais feliz eu sou!


Povoa terra de merda
Como tu não há igual
Sois os mais cheios de treta
A vergonha de PORTUGAL




Força Rio Ave contigo sempre!

Eça disse...

Agora quero ver se os jogadores do Rio Ave tem os verdadeiros no sitio, agora sim estao sob pressao, quero ver se merecem mesmo ir para a primeira.que não aconteça a merda de ano passado, se é que não esta acontecer.a ver vamos.

Moisés Cambola disse...

Como dizem muitos Varzinistas o "Rio Ave vai morrer na praia"

Vou permitir-me perder uns minutos com essa gente, sem me esconder no anonimato.
MAIS VALE MORRER NA PRAIA E SER DIGNO E LUTAR O CAMPEONATO ATÉ AO FIM, do que ser do Varzim, ser frustrado, iniciar os campeonatos como candidato e chegar ao Natal todos cagados, a lutar pela manutenção e ainda por cima com uma situação financeira podre.
O RIO AVE PODE MORRER AO PÉ DA PRAIA mas tem "tomates" para lutar até ao fim, O VARZIM É UM ABORTO, MORRE SEMPRE ANTES DE NASCER.
Dediquem-se a discutir os problemas do vosso clube e deixem o RIO AVE em PAZ a caminho da 1ªliga.
A INVEJA É MUITO FEIA.
VIVA A RIO AVE!

Anónimo disse...

AO ANÓNIMO QUE ESCREVE AS BABOSEIRAS COMPRIDAS...
É MESMO PARA RECORDAR POIS SE CALHAR NUNCA TINHAS VISTO (SE OS TIVESTE NO SITIO E FOSTE VER!!!) A MERDA DO TEU VARZIM A GANHAR NA VILA (PELA ATITUDE NÃO DEVES TER OS 30 ANOS QUE A MERDA DO TEU VARZIM NÃO GANHAVA NA VILA...) E RECORDA MESMO POIS SE CALHAR VAIS DEMORAR MAIS 30 ANOS PARA VOLTAR A GANHAR CÁ.
POIS EU JÁ VI NA MERDA DA PÓVOA O MEU RIO AVE ESPETAR PELO MENOS 2 VEZES TRÊS PUTAS NA MERDA DA PÓVOA, E UMAS QUANTAS VITÓRIAS MAIS PEQUENAS MAS VITÓRIAS...OK

PÕE-TE NO TEU LUGAR...

Diana disse...

Vamos todos apoiar o Rio Ave carago!
Falam de pressão, se o Rio Ave tem pressão o Gil ainda tem mais, porque nao depende só dele pa subir!
Anda muita gente por aí a querer.nos mal e a ver.nos outra vez na 2ª e até podemos ficar mas o Rio Ave sempre vamos apoiar!

Força Rio Ave nós acreditamos!

Anónimo disse...

Vocês têm toda a razão...

Em tudo o que dizem do Varzim, não vale mesmo nada, somos uns tristes, há muitos anos que não sabemos o que é a fama ou a glória, MAS, UMA COISA É VERDADE:

"levaram na pá no domingo, todos cagões que já tinham o jogo no papo e foderam-se eheheheheeheh"

MARIA - PRA SP RIO AVE disse...

OUTRA COISA TAMBÉM É VERDADE!
OS CRIATURAS AO GANHAREM À EQUIPA MAIS FORTE DA LIGA VITALIS, ESTÃO A FESTEJAR COMO SE FOSSE A LIGA DOS CAMPEÕES, SABEM K GANHAR A UM CLUBE GRANDE É COISA DE OUTRO MUNDO PARA ETA GENTE...
RESSUSCITARAM AOS 30 ANOS DE VIDA, GRAÇAS A NÓS...
ACORDARAM PARA A VIDA, GRAÇAS A NÓS...
EVOLUIRAM, JÁ ESCREVEM NUM BLOGUE, GRAÇAS A NÓS...
OU SEJA, TUDO O K FAZEM NINGUÉM RECONHECE E NINGUÉM LHES DÁ ATENÇÃO, FOI PRECISO VIR A VILA DO CONDE PARA SEREM RECONHECIDOS E PARA AS PESSOAS SABER K AINDA EXISTIA ESTE CLUBE, QUE COM A CLASSIFICAÇÃO K TÊM NEM CHAMAM A ATENÇÃO...
ESCREVAM O K ESCREVEREM, FAÇAM O K FIZEREM NUNCA MAS NUNCA(MESMO K A GENTE NÃO SUBA) NUNCA ESTARÁ EM CIMA DE NÓS JAMAIS, OU PODEM SEMPRE MUDAR DE NOME DE CLUBE, A MINHA SUGESTÃO:

"OS RESSUSCITADOS"

VIVA O RIO AVE E VIVA TODOS OS RIOAVISTAS DIGNOS DESTA MARAVILHA DO MUNDO....

MARIA - PRA SP RIO AVE disse...

Pessoal, estive agora o blog preto e branco, afinal já está actualizado :-), ma li coisas interessantes...
Eles estão super desapontados com a Direcção e mais...
Na semana passada falaram no Porto Canal k o Rio Ave devia € aos jogadores (o k é mentira), mas a verdade é k o Varzim deve meses...
Ah pois é, isto dito no blog por varzinistas, desiludidos e com grandes receios da descida, será ou não será k demos vida a esta genteª?
È k desde domingo é só incentivos e elogios à equipa mas se forem ver bem o blog deles andavam bem nervosinhos e com o cu tremido, ah pois...
Pelos vistos só esta semana é k esta raça deu valor a equipa, viraram dos mais fracos ou melhores, melhores palhaços...

FORÇA RIO AVE, NEM K PERCA OS 2 JOGOS CONTINUAREI A APOIAR-VOS E A PAGAR SEMPRE AS MINHAS QUOTAS, SEREMOS SP GRANDES NA 1.ª , NA 2ª OU NA REGIONAL SEREMOS A EQUIPA SEM IGUAL...

grande varzim disse...

Grandes cromos nunca passaram de um clube de uma vila

grande Varzim clube de uma grande cidade sempre interno

caxineiro disse...

Não sou anonimo sou João Terroso não podemospedir que eles mostrem a cara por que não a tem para mostrar.
VAMOS É GRITAR NO DOMINGO PARA O NOSSO RIO AVE GANHAR VAMOS TODOS DE VERDE A NOSSA COR DA ESPERANÇA QUE SO NOS TEMOS
FORÇA RIO AVE FC

MARIA - PRA SP RIO AVE disse...

Exactamente caro João esta gente

nem são dignos de um nome...
Ontem no Porto Canal estavão xeios de treta, até parece k o campeonato já terminou, ou melhor, para eles já, festejaram a não descida à Regional, por isso quem tem mérito no meio disto tudo???

RIO AVE ALLÉZ!

juvenal disse...

Oh Maria! Já viste os comentários k fazes sobre o varzim? E n keres k te respondam? loool Ganha juizo e deixa de ir chorar para o blog do varzim!
Saudações Varzinistas para todos.

MARIA - PRA SP RIO AVE disse...

Agora falou muito bem, falo contra o Varzim, assim como vocês falam do RIO AVE, CERTO???
Não insultei ninguém, nem tinha esse drireito pois não vos conheço...
Assim vocês o deviam ter feito e como pode ler em comentários anteriores não foi isso k aconteceu...
Já agora fui xorar lágrimas de crocodilo...

VIVA O RIO AVE!!!

Anónimo disse...

Não esquecer - Niquinha merece!


Não devemos esquecer o essencial da nossa motivação: escolher Niquinha para melhor jogador da Liga Vitalis.

Niquinha, de acordo com os últimos dados, está prestes a entrar nos cinco primeiros.

Os nossos votos podem fazer a diferença.

jota disse...

estais em segundo à custa dos árbitros



VIZELA; SEMPRE

Anónimo disse...

Ho la vem este falar agora!
Calem.se pah vao pos blogs do vossos clubes, ainda por cima vêm para aqui dizer baboseiras!

Se querem saber sei de fonte segura que o Gil se o Santa Clara nos ganhar dá 1000 euros a cada jogador deles...
Minha gente é isto o futebol que temos!





Força Rio Ave contigo até depois de morrer!

miguel disse...

Sou Vitoriano mas torço para que o Rio Ave suba este ano.
Vocês merecem estar na 1.ª Liga.
Felicidades

MARIA - PRA SP RIO AVE disse...

No meio disto tudo, há alguém com dignidade da parte de outros clubes, não é por ser Rio Ave, mas penso k alguém com um bocadinho de inteligência vê k nós merecemos a subida, somos uma equipa forte e merecedora de saltar mais alto...
Somos pobres, mas somos sinceros...
Obrigada ao Sr. Miguel, o Mundo precisa de gente como você com olhos abertos...
Apesar de muita gente ter dor de cotovelo e inveja penso k tá a olhos claros k merecemos a subida e apesar das más línguas, ainda não assisti a um jogo em k fomos beneficiados, apesar da posição estamos sempre a jogar contra 14jogadores...

VIVA O RIO AVE, DOMINGO LUTAREMOS COMO SEMPRE FIZEMOS PARA ALCANÇAR MAIS 1 VITÓRIA!!!

Anónimo disse...

olha a feira dos cromos e no domingo e nao e k vem mesmo a calhar e so cromos no rio ave principalmente no FUTSAl tirando os jogadores claro eles nao teem culpa...........

Anónimo disse...

Meus bacanos tão perto da Póvoa e tão diferentes...O Varzim só não é maior a maior parte da malta daqui porque a malta daqui já se resignou com o facto de não poder lutar contra Martis dos Santos, Calheiros, Joãos Ferreiras, Brunos Paixões, Pedros Proenças,Olegários, Duartes Gomes entre outros...É meus amigos, infelismente ainda temos uns quantos patos que acreditam na justiça...mas vai acabar, a continuar assim o Varzim dá o peido. A não ser que apareça alguém com uma mentalidade diferente, que os tenha os Legumes no Sítio,que diga mal quando tem de dizer mal não olhando a Pressões e a multas, que consiga unir a Cidade em torno do Clube, que tenha os conhecimentos certos (queira-se ou não é o mais importante)...ou então mais vale acabar com esta palhaçada e amostra daquilo que nunca fomos, mas honestamente poderiamos ser! Portanto Vilacondences, e alguns dos nossos Poveiros continuem a acreditar no Pai Natal...

Viegílio Lemos - Póvoa de Varzim

Anónimo disse...

Os jogadores de futsal não sao cromos»??? Aceitam no grupo um companheiro de equipa que os rouba para se drogar, entao os jogadores sao o que? crominhos? quanto ao futebol, amigos voces ainda não subiram! Era lindo ver estes anormais a morrerem na praia outra vez...

MARIA - PRA SP RIO AVE disse...

FALAM, FALAM, FALAM, E NÃO DIZEM NADA...
O COTOVELO DÓI NÃO DÓI?

ESSA DE MORRER NA PRAIA JÁ METE NOJO,É K CASO NÃO TENHA REPARADO ESSA FRASE MECHE MUITO COM PÓVOA DE VARZIM E VILA DO CONDE, CASO NÃO TENHAM REPARADO MORREM MUITOS POVEIROS E MUITOS CAXINEIROS NA PRAIA, POR ISSO TENHAM RESPEITO PELO MENOS A ELES, JÁ QUE FAZEM TANTA QUESTÃO DE VIR METER NOJO PARA O NOSSO BLOG, RETIREM-SE MELGAS...

PESSOAL DO RIO AVE, VITORIOSO, DOMINGO VAMOS APOIAR A NOSSA EQUIPA COMO FIZEMOS ONTEM, VAMOS GRITAR BEM ALTO RRRRRIIIIIIIIIOOOO AAAAAAAAVVVVVVVVVEEEEEEEEE, VAMOS MOSTRAR À GENTINHA QUEM MANDA AQUI, VAMOS ACREDITAR...

FORÇA RIO AVE, FORÇA EQUIPA!!!

Anónimo disse...

IMPRESSIONANTE...ESTE SITE VAI DE MAL A PIOR!!!!



ORGANIZEM_SE!!!

Anónimo disse...

ehehheehehe

Estes parolos, gostaram tanto de levar na tarraqueta do Varzim, que ainda mantêm esse Post!

Obrigado por lembrarem esse momento!

ahahahahahaha

MARIA - PRA SP RIO AVE disse...

Apoio ao Rio Ave: Transporte gratuito – 07.05.08

A Direcção do Rio Ave FC acaba de lançar uma campanha de apoio à equipa de futebol que consiste em reunir o maior número possível de sócios e simpatizantes para se deslocarem a Santa Maria da Feira, com o objectivo de incentivarem a formação vilacondense rumo à I Liga. No último jogo da temporada, o Rio Ave terá de disputar um encontro decisivo para assegurar a subida de divisão, bastando apenas conquistar um ponto para fazer a festa. Para todos os interessados em acompanhar a equipa, a Direcção do Rio Ave assegura transporte gratuito e bilhetes de entrada no estádio pelo valor de cinco euros. As inscrições podem ser feitas na Secretaria do Rio Ave a partir desta quarta-feira.

VAMOS TODOS PESSOAL!!!

VIVA O RIO AVE!!!