terça-feira, junho 05, 2007

João Eusébio, o verdadeiro Anti-Mourinho da motivação, diz que o objectivo para 2007/08 não é a subida!!!

Mister, olhe que os sócios não dormem e o Rio Ave em 2007/08 já vai poder inscrever treinadores a meio da época...

- Renovou contrato como treinador do Rio Ave. Ficou satisfeito?
- Sim. Era esse o meu desejo e vai de encontro, também, às pretensões do Rio Ave FC. Significa o reconhecimento do trabalho que está a ser desenvolvido, desde a aprendizagem até ao futebol profissional. Quando esse reconhecimento aparece, só podemos ficar satisfeitos.

- Esta renovação de contrato pode significar a continuação da aposta nos escalões de formação?
- É um facto. No fundo, esta tarefa é um pouco ingrata, porque estamos a desenvolver um trabalho cujos resultados não são visíveis no imediato. Não se trata de um trabalho de impacto ao nível dos resultados desportivos e penso que nem toda a gente estaria disposta a aceitar. No entanto, a nossa equipa técnica está habituada às dificuldades e aos desafios. Sabemos que o Clube não está, actualmente, a atravessar um bom momento. Está melhor, sem dúvida. Mas ainda não reúne as condições necessárias para estar numa situação tranquila e pensar em objectivos diferentes. Assim sendo, o nosso trabalho passa por fortalecer a estratégia que já vinha sendo desenvolvida, apostando cada vez mais na formação de novos jogadores. A equipa profissional precisa destes jovens oriundos das camadas jovens, porque a conjuntura financeira assim o obriga. É evidente que os resultados desportivos podem não ser imediatos… Aceitei o projecto do Rio Ave, estou de acordo com as condições oferecidas e apelo aos sócios para que tenham alguma paciência, porque este trabalho não dá resultados de um dia para o outro.

- Isso significa que o objectivo para a próxima temporada não é a subida de divisão?
- Exactamente. À semelhança do que aconteceu na época passada, o Rio Ave tem as prioridades bem definidas. Perante essas prioridades, temos de organizar o nosso trabalho com o objectivo de as alcançar passo a passo. Pretendemos fazer um campeonato tranquilo, sendo certo que o Rio Ave tem uma filosofia de vitória. E só a consegue quem acredita. É uma filosofia que está a ser implementada desde as camadas jovens. Os jogadores trabalham com o objectivo de vitória, de futebol espectáculo e criativo. É evidente que os resultados desportivos são importantes, mas não podemos viver dependentes deles.

- Na próxima época, o Gama passa a integrar a equipa técnica. É uma mais-valia?
- Sim. O Gama vai integrar a equipa técnica, colmatando uma falha que surgiu quando os actuais elementos da equipa técnica passaram para o futebol profissional: o gabinete de prospecção ficou parado, porque não havia pessoas disponíveis para trabalhar nele. Deste modo, o Gama será o elemento que fará a ponte entre a formação e o departamento profissional. Para além de integrar a equipa técnica, terá também essa tarefa. É o reforço da aposta nos escalões de formação.

- Entretanto, deixa de contar com o Gama como jogador?
- É verdade. O Gama terá agora outras tarefas. São novos desafios e acredito que reúne todas as características necessárias para as desempenhar com êxito. Será um trabalho em equipa.

- Existem jogadores que serão dispensados?
- Não. O Rio Ave nunca dispensou jogadores e não será agora que o vai fazer. O que acontece é que existem jogadores cujo contrato terminou agora e vamos analisar se há interesse em renovar. É o caso do Niquinha, Bruno Mendes, Pires, Agostinho, António, Costé e o Laércio. A partir de agora, vamos começar a trabalhar e a definir a equipa para a próxima época, tendo em conta a utilidade dos jogadores e a relação qualidade/preço.

- E quanto a reforços?
- Os reforços serão equacionados da mesma forma, tendo em conta a qualidade e o custo desses jogadores. O Rio Ave não tem capacidade financeira para contratar jogadores de grande nomeada, mas é certo que todos os que forem contratados têm qualidade para integrar o plantel. De resto, posso adiantar que a equipa vai integrar mais 4 ou 5 jogadores oriundos das camadas jovens. No seguimento da estratégia que temos vindo a seguir, essa integração será gradual.

- Em termos competitivos, como perspectiva a próxima época?
- Julgo que será um campeonato muito disputado. Aliás, a Liga de Honra é sempre muito competitiva. No próximo ano, vamos ter o Gil Vicente como adversário…e o Beira Mar e o Desportivo das Aves…De resto, sabemos que há equipas que estão a reforçar-se muito bem, o que significa que os objectivos desportivos estão definidos.

- Embora a subida de divisão não tenha sido o primeiro objectivo da temporada anterior, o Rio Ave esteve muito perto de a conseguir. Na sua opinião, o que falhou?
- Quando iniciámos o campeonato, sabíamos que havia riscos a correr, nomeadamente no sector defensivo que estava desfalcado. Isto não serve de desculpa, mas é a realidade. Nos últimos jogos fomos confrontados com algumas contrariedades nesse sector e as lacunas tornaram-se evidentes. Para além disso, houve jogadores que baixaram o nível de rendimento. Essencialmente, estes foram os factores que mais pesaram. Claro que pode haver outros motivos. Toda a gente tem o direito à sua opinião e eu respeito essas opiniões. Sei que os sócios criaram expectativas e ficaram desiludidos. Nós também queremos ganhar sempre! Em relação à possibilidade de subida, o meu sentimento é que não falhámos. Apenas deixamos de conseguir alcançar esse objectivo, que nem sequer era a nossa principal meta.

- Já conseguiu ultrapassar o mau momento vivido nessa altura?
- Há uma frase que costumo utilizar muitas vezes: não nascemos apenas no momento do nascimento. Renascemos sempre depois de cada dificuldade. Esta situação não foi nada fácil de ultrapassar, mas temos que saber seguir em frente. Só vence quem acredita. Nós acreditamos no nosso trabalho. Estamos a formar novos jogadores para o Clube. O futuro há-de mostrar os resultados.

19 Comments:

Hugo Anjos disse...

Tenho sido crítico em algumas fases com João Eusébio, mas tentei sempre ser paciente e não entrar em excessos de escrita. No entanto, e digo-vos do fundo do coração, começo a ficar solenemente irritado.

Não me entra na cabeça este discurso miserabilista, e não consigo perceber que tipo de liderança de balneário é esta que não coloca objectivos desportivos ambiciosos aos atletas. Já estamos outra vez com o discurso dos coitadinhos: não é para subir, queremos campeonato tranquilo. Os adversários é claro que não vão na cantiga e, quando vierem aos Arcos, já sabemos que se fecham no gaiolo. E os nossos rapazes, quando começarem a empatar, vão encolher os ombros e dizer que "ah e tal" nem sequer era para subir. Triste...

Em suma, quando nos voltarmos a espalhar ao comprido já sabemos quais são as desculpas que o senhor Eusébio vai utilizar no sentido de se perpetuar no cargo. Há que promover jovens? Completamente de acordo. Os escalões de formação do Rio Ave existem para isso mesmo. Isso seria impeditivo de, paralelamente, ter uma fasquia desportiva ambiciosa? De forma alguma. Não sou de rasgar cartões nem de entrar em paranóias. Sou do Rio Ave independentemente do treinador, mas depois de tanto ter sofrido na época passada, martiriza-me imaginar o que vou passar em 2007/08.

A terminar, apenas um momento de lucidez do senhor Eusébio na entrevista: de facto, há que ter cuidado com o Gil Vicente. A par de Beira-Mar e Vizela, vão ser os nossos principais adversários. Mas pronto, só nós é que não temos a subida como objectivo, logo o senhor Eusébio pode manter o emprego em 2008/09.

PS: Não escondo que o meu favorito para o comando técnico era Rogério Gonçalves. Chegou a Aveiro e disse de caretas que, estando no Beira-Mar, o objectivo só podia ser um: subir. Ai, presidente, presidente, Deus queira que não tenha cometido um grave erro...

Anónimo disse...

Mais 1 anito na segundona..

"Foi na loja do Mestre André..."

Afonso Henriques disse...

quem ouviu a entrevista do mister na linear ficou a conhecer um pouco mais da faceta deste nosso treinador. sabe também que o homem passa os olhos por aqui. os editores deste blog e parte dos leitores podem não ter a mesma opinião sobre as suas capacidades. para que não digam que o homem leu por aqui algo de que não gostou e ficou afectado com isso, comprometendo as aspirações da equipa, o melhor será deixar o homem em paz e não fazer eco de algum defeito que eventualmente tenha. também eu acho que o homem carrega uma carga negativista mas vou-me esforçar por abster de tecer qualquer comentário menos abonatório ao homem.

e tenho a ligeira impressão que a aposta da direcção no homem é baseada no pressuposto que se a meio, ou nem tanto, os resultados não aparecerem, manda-se embora e vai-se buscar outro. ou seja, o treinador, para mim, está a prazo. se assim for será de mau gosto. não gosto de chicotadas. o trabalho de cada treinador deve ser levado até ao fim.

quanto aos cartões rasgados conheço quem o tenha feito em actos de desespero. quem o fez com o coração partido não os critico. são pessoas que no momento estão fora de si, afectadas psicologicamente, e que devido a maus momentos afectam o ambiente familiar e laboral. não estão preocupados se vão ver os três grandes em casa ou não. estão mais preocupados com o sucesso da equipa.

o melhor a fazer agora é: "deixem o mister trabalhar"

Anónimo disse...

O Eusébio é CLARAMENTE, cm o Afonso Henriques disse, um treinador a prazo...

Ao mínimo erro, vai embora...ele sabe que só está no Rio Ave pk não há dinheiro para pagar a um treinador a sério..

ENFIM...

Hugo Anjos disse...

Caro Afonso,

Eu reconheço qualidades ao João Eusébio. Tanto a nível organizativo como até técnico. Se o Mourinho tinha um discurso ambicioso à frente da U. Leiria e levou-a aos primeiros lugares quando ninguém dava nada por eles, não percebo a razão pela qual um técnico que tem um plantel tão bom como qualquer outro na Honra não pode ser desportivamente ambicioso.

O João Eusébio foge da subida como o diabo da cruz? Porquê?

Indirectamente, voltou a dizer que o objectivo é não descer ("campeonato tranquilo"). O que ele entende por campeonato tranquilo, com o seu emprego garantido, para qualquer rioavista que se preze é uma época de sofrimento. Com domingos mal passados e nervos à flor da pele. Sei bem o que passei na primeira volta e, repito, fico indisposto ao sentir que vou passar por tudo novamente.

PS: Como é conhecido por toda a gente e foi até publicado por alguma imprensa, o Carlos Brito foi contactado pelo Rio Ave e o Rogério Gonçalves foi uma opção ponderada. Isso que fique claro.

Anónimo disse...

Tenho pena mas o rio ave ja não é o k era e no proximo ano fica na segunda metade da tabela...acabou o sonho rapziada

Ponto Verde disse...

Benfica, um centro de Estágio de Betão no Seixal.

em www.a-sul.blogspot.com

nuno disse...

como defensor da continuidade do eusébio no comando da nossa equipa fico triste pelo discurso... economicamente viável. no entanto, creio que tudo nao passa de "tactica motivacional", até porque sempre que o rio ave assumiu candidaturas a subidas... nao subiu. e o campeonato só começa daqui a 70 dias e já 6 equipas assumiram a candidatura à subida, entre elas vizela e trofense... apesar de tudo, deixo um apelo: apoiem o joão eusébio, ele é o nosso treinador quer gostemos dele ou não. não é justo que já estejam à espera do primeiro erro dele para o porem daqui para fora.´
força eusébio
FORÇA RIO AVE

Afonso Henriques disse...

com isto de mourinhos e anti-mourinhos, quins e sei lá mais o quê atentem só quem fazia parte do plantel na época 81/82 (a do famoso 5º lugar) e suspirem:

Rio Ave FC: 13v, 8e, 9d, 26-31, 34p) T: Mourinho Félix.

Grs: Trindade (30 j); Alfredo (+1 j), Alberto.
Def: Sérgio (25+1 j), Brito (29 j), Figueiredo (26 j), Duarte "cap." (30 j); Caíca (6+1 j), Dias (4+4 j), Samuel (2 j), João Eusébio (+1 j).
Med: José Manuel (19+1 j), Carlos Cabumba (26+3 j), Adérito (23+3 j), Quim (26+2 j); Mário Reis (+2 j), Walter (6+9 j), José Mourinho.
Avs: Paquito (30 j), Álvaro (29 j); Pires (17+1 j), Dodat (2+9 j), Eusébio Patriota (+3 j).
Golos: Álvaro 5, Pires 4, Adérito 3, Paquito 3, Brito 2, Figueiredo 2, Duarte 2, Cabumba 2, Quim 1, Patriota 1. + 1 autogolo de Freitas (Porto).

podem ver o resto aqui http://arquivista.wordpress.com/2007/06/01/epoca-198182-primeira-divisao/#more-47

Anónimo disse...

Bem, a entrevista revela o HOMEM!

Será que em 2008/2009 a 2ªB estará preparada para receber o Rio Ave?????

Infelizmente cheira-me k sim, mas, mesmo sendo completamente contra este treinador, vou apoiar o Rio Ave!

Anónimo disse...

"Foi na loja do Mestre André..."

Anónimo disse...

Os adeptos por vezes esquecem-se quem foi o mister que deu a ganhar ao rio ave 1milhao de euros, ja que o Fabio com o Antonio Sousa nem sequer jogava, e com o Eusébio passou a ser parte fulcral da equipa! O mister tem todo o meu apoio ja que pos os jogadores da terra a jogar. O que e que queremos afinal, jogadores Caxineiros com garra e que choram pela camisola ou brasileiros que veem para Portugal e nem sabem para que clube veem jogar?!Força Eusebio

Anónimo disse...

ESTOU PARA VER ESTA APOSTA QUE DIZEM QUE VÃO FAZER NAS CAMADAS JOVENS... SE FOR COMO O COSTUME VAI-ME DAR VONTADE DE RIR... PONHAM OS OLHOS NO VARZIM, NO RIO AVE PARECE QUE OS MIUDOS QUE SAEM DOS JUNIORES ASSINAM CONTRATO COM OS SENIORES NÃO É PARA APOSTAR NELES É NO CASO DE ALGUM CLUBE OS QUERER ELES ESTAREM LIGADOS AO CLUBE, SE NÃO OS QUEREM LIBERTEM-NOS, NÃO ALIMENTEM FALSAS ESPECTATIVAS NELES POIS NÃO PASSAM DE MIUDOS, QUE VIVEM NA ILUSÃO DE PERTENCEREM Á EQUIPA PRINCIPAL E NUNCA LHES DÃO UMA CHANCE, ALGUNS DELES ASSINAM E NEM A PRÉ ÉPOCA FAZEM NO CLUBE.
DE UMA VEZ POR TODAS NÃO ALIMENTEM FALSAS EXPECTATIVAS NESTES MIUDOS.

O CATIVO

Afonso Henriques disse...

Agostinho hoje no “o primeiro de janeiro"

"Agostinho abandona o Rio Ave triste por não ter sido opção" "Fui vítima de uma grande injustiça"

podem ler o resto aqui http://www.oprimeirodejaneiro.pt/?op=artigo&sec=19ca14e7ea6328a42e0eb13d585e4c22&subsec=93db85ed909c13838ff95ccfa94cebd9&id=c64ab0bf973ebab7d44afc28352608e9

socorro disse...

Ontem, 7 de Junho, a equipa de Juniores de Futsal do Rio Ave jogou, no Pavilhão do Freixieiro, com o Gondomar para atribuição do título de campeão da zona norte. Venceu por 2-1, com o golo da vitória a ser alcançado no último minuto (e que golo).
Resultado merecido, apesar da excelente réplica dos gondomarenses que lutaram até ao apito final para alcançarem outro resultado.
Parabéns aos jogadores e equipa técnica.

Anónimo disse...

Cativo! Então achas que devemos por os olhos no Varzim? Varzim???
Eles é que apostam nos juniores e nós é que os vendemos...ao preço de ouro...
Abram os olhos! o Rio Ave está no bom caminho, quando for a comparar, que sejam com clubes de futebol, agora com o Varzim Não!
nos últimos anos, temos feito muito dinheiro, qual o clube da nossa dimensão que fez igual? Nenhum! Tomara aos polacos apostarem como nós e com os frutos que estamos a retirar.
RIO AVE SEMPRE!

Anónimo disse...

SIM DEVEMOS POR OS OLHOS NO VARZIM.
SE NÓS SEM APOSTARMOS MUITO NAS NOSSAS CAMADAS JOVENS VENDEMOS O QUE VENDEMOS IMAGINE SE HOUVESSE UMA REAL APOSTA.
O QUE SERIA?
OU SÓ OS JOGADORES QUE SÃO VENDIDOS COM MUITOS ZEROS Á DIREITA DÃO LUCRO?
OS JOGADORES DE FORA QUE VÊM PARA O RIO AVE NÃO TÊM ORDENADO?
DE REFERIR QUE O VARZIM ESTE ANO DA SUA CANTERA VENDEU, O RICARDO (G.REDES) O PEDRINHO (D.DIREITO), E TÊM VALORES EMERGENTES COMO O TITO (TRINCO) O CENTRAL, O LUCA (P.LANÇA) ANDRÉ (M. CAMPO) E O FILHOS DO JAIME GRAÇA (XEPA) QUE PARA O RIO AVE NÃO SERVIU.
APRENDAM UMA COISA AS MIGALHAS TAMBÉM SÃO PÃO.
APOSTEM REALMENTE NAS NOSSAS CAMADAS JOVENS, É PREFERIVEL DAR UM ORDENADO A UMA PESSOA DA CASA QUE FEZ A SUA FORMAÇÃO NO RIO AVE, DO QUE ANDAR A ALIMENTAR VACAS GORDAS...
O CATIVO

Anónimo disse...

"APOSTEM REALMENTE NAS NOSSAS CAMADAS JOVENS, É PREFERIVEL DAR UM ORDENADO A UMA PESSOA DA CASA QUE FEZ A SUA FORMAÇÃO NO RIO AVE, DO QUE ANDAR A ALIMENTAR VACAS GORDAS..."

Então junta-te ao grupo! APOIO O EUSÉBIO que é vaca magra e é da casa...
Agora Varzim Não! Comparar o Rio Ave ao Varzim é comparar uma mercearia a um hipermercado, o Varzimtem apostado? e Está carregadinho de dividas, talvez nem consiga inscrever a equipa este ano.
Nós apostamos pouco e em 2 anos fizemos 3 milhões de euros em vendas.

rioavistas disse...

Novo blog www.rioavistas.blogspot.com