sábado, fevereiro 24, 2007

Senhor Lopes de Castro, veja se não será o Varzim a ter de mendigar para jogar em Vila do Conde...

A construção de um centro comercial no terreno ocupado pelo estádio do Rio Ave é um projecto que irá mudar a face da zona oriental de Vila do Conde, segundo noticia o Diário de Notícias. O clube está a negociar com uma multinacional alemã-holandesa, enquanto a câmara aguarda por um projecto concreto. A proposta apresentada ao Rio Ave passa pela construção de um novo estádio de menor dimensão que o actual, uma estrutura com 21 anos, "completamente ultrapassada a nível de conforto e muito cara a nível de manutenção".
Paulo Carvalho, presidente do Rio Ave, adiantou ao DN que está a ser realizado um estudo de tráfego, instrumento fundamental para avançar com o projecto. Trata-se de uma zona de entrada na cidade, através do acesso da A28, pelo que o impacto da nova construção comercial será grande e obrigará a reformular as vias rodoviárias. A zona tem já uma escola superior, irá ter o novo hospital de Vila do Conde/Póvoa de Varzim e está ao lado da principal estação de metro da cidade.
"Vencido este primeiro passo, estou convencido de que as coisas se resolvem com facilidade", adiantou Paulo Carvalho. A câmara já conhece o anteprojecto e mostra-se receptiva. Mário Almeida, líder da autarquia, é o presidente da Assembleia Geral do clube.
A ideia de demolir o actual estádio não é nova. "Há dois anos, grandes empresas chegaram a interessar-se mas o negócio acabou por ficar parado", disse o líder do clube de futebol que milita na Divisão de Honra. Em meados do ano passado houve um despertar de receptividade junto de investidores e surgiu uma proposta que "agradou".
O espaço em causa, com cerca de 35 mil metros quadrados, será ocupado por uma superfície comercial de gama elevada. Será "arrojado e diferente", com escritórios e uma área comercial pura. Em contrapartida, o "Rio Ave não quer um tostão: só um estádio com oito mil lugares", referiu Paulo Carvalho, acrescentando que pode custar quatro milhões de euros. O negócio envolverá depois um modelo que traga vantagens financeiras. "Pode ser em publicidade, numa percentagem do lucro do centro ou exploração comercial de espaços", apontou. Em equação está também a venda definitiva do terreno ou a opção por uma concessão do direito de superfície por 50 anos. Com a concretização do projecto, Paulo Carvalho prevê "ampliar o número de sócios para o triplo".
A partilha de um estádio intermunicipal com o Varzim é outra ideia que agrada. "Era a solução ideal: a manutenção era das câmaras." Lopes de Castro, presidente do Varzim, disse ao DN que o novo estádio do clube poveiro já está em andamento, pelo que existem "timings diferentes". Mas aponta: "A ideia é boa e se o Rio Ave quiser jogar na Póvoa, estamos abertos."

PS: A inteligência do nosso presidente leva-o a estar sempre aberto a ideias arrojadas. O Estádio InterMunicipal, de facto, faria todo o sentido se a rivalidade clubística não fosse o que é. O senhor Lopes de Castro, talvez inebriado por ter ganho um jogo para a Taça de Portugal que fez esquecer a humilhação às mãos do Rio Ave, não mostrou ter vistas largas. Olhando aos 3 milhões de euros que o Varzim já gastou antecipadamente do dinheiro que tem a receber pela venda dos terrenos do actual recinto, e a continuar assim, não tarda muito ainda serão mas é os polacos a terem de mendigar para jogarem em Vila do Conde. Contem quantos são hoje.

7 Comments:

Anónimo disse...

wv
Axo k um estádio com 8 mil lugares é pouco!
O estádio do Gil Vicente para muitos adeptos do Rio Ave k já lá foram é pequeno e tem 10 mil lugares então com 8 mil lugares vamos ter uma gamela pior k a do Varzim actualmente!!!
Axo k o Rio Ave deveria pedir um pouco mais!!

Rio Ave sempre

Anónimo disse...

Eu sempre tenho razão.Em tempo eu escrevi que os póveiros querem tudo lá no seu dominio.
Note: A7 querem que se diga que esta situada entre a póvoa e guimarães.O métro è chamado de linha da póvoa.A A28 queriam que se chamasse porto-povoa.O novo hospital querem que se chame póvoa-vila do conde.Em fim tudo com a póvoa em primeiro lugar.Agora O sr. Lopes de Castro deixou tudo bem esclarecido.Estamos abertos ao rio ave,se quizer jogar no nosso estádio, ou seja na póvoa.
Lembro que eles tiveram quase a chamar, poça da barca, como se pertencesse à póvoa.O rio também pensaram em desviar para lá.Ouvi dizer que tambem levaram para lá o casino.
Vilacondenses, não ignorem os nossos antepassados,que deixaram levar tudo para a póvoa.Os poveiros sempre distinguiram Vila do Conde,como uma aldeia.Mas não tem comparação uma cidade e outra.
Eles vivem no meio do betão e nos no meio do verde e no bom planeamento na construção.
VIVA O RIO AVE DE VILA DO CONDE
josé correia

Moisés Cambola disse...

O grande Rio Ave deve avançar com o negócio da contrução do estádio sózinho, com os riscos, vantagens e desvantagens que isso possa trazer...
O Varzim é um clubezinho pequeno, que vive com a corda ao pescoço tanto a nivel finaceiro como desportivo, têm grande probabilidade de jogar o próximo campeonato na 2ªB...
O Rio Ave deve fazer a sua caminhada, envolver a cidade, as suas 30 freguesias... aumentar o número de sócios, e afirmar-se de uma vez por todas como um clube de presença assidua na 1ªdivisão, o MAIOR e única referencia para as populações dos concelhos de Vila do Conde e Póvoa de Varzim...
Deixem lá as manobras dos polacos, essas frases do Sr. Lopes de Castro servem para distrair a atençãos dos Varzinistas para o abismo que estão a caminhar...
Força Rio Ave!
Se SER RIOAVISTA É DOENÇA, ESTOU EM ESTADO TERMINAL CONSTANTE... VIVA AO RIO AVE! VIVA AO RIO AVE!
VIVA AO RIO AVE! VIVA AO RIO AVE!

Afonso Henriques disse...

está claramente visto que a haver acordo para um estádio intermunicipal terá que ser feito sem o idiota do presidente do sc varzim.

na freguesia de Vila do Conde é possível construir vários estádios ao contrário da freguesia da póvoa.

ou vocês pensam que alguma vez iríamos jogar para amorim ou o raio que lhe parta?

meus pêsames aos associados e adeptos do sc varzim pelo presidente que têm.

Anónimo disse...

com a quantidade de pessoas que temos a ver os jogos, nao seria mau de todo jogarmos no municipal da povoa. qual é o vosso problema? complexo de inferioridade^? Não pode ser. O Varzim tem mais história e muito mais adeptos, mas nós temos mais carisma

Anónimo disse...

O Varzim mais adeptos...LOL LOL
Já teve agora não tem...aposto!

Anónimo disse...

O Varzim mais adeptos...LOL LOL
Já teve agora não tem...aposto!