segunda-feira, outubro 23, 2006

Depois da Hora: n.º 1

Inspirado no nome do programa da RTP-N em que tive oportunidade de participar entre Dezembro de 2005 e Maio de 2006, defendendo, como adepto, as cores do nosso Rio Ave FC lanço a partir de hoje uma crónica sem periodicidade definida que poderá vir a ser o principal foco de atenção neste novo formato do BdRA, dados os desafios pessoais / profissionais que terei a curto/médio prazo. O primeiro número do "Depois da Hora" é inteiramente dedicado ao Rio Ave - Leixões de ontem à tarde.

Sinceramente acho que, agora a frio, é preciso que algumas coisas sejam ditas.

1. O Leixões venceu com sorte, mas teve o mérito de saber defender bem, adaptar-se ao estilo de jogo do Rio Ave e "matar" em dois erros crassos da nossa defesa/guarda-redes. Ganha quem marca. Vítor "Sobe, Sobe" Oliveira 1-0 João Eusébio.

2. O Rio Ave entrou bem no jogo, fez uma 1ª parte sempre por cima, criou oportunidades, mas foi incapaz de bater o Beto, fosse por mérito deste guarda-redes de bom nível, fosse por demérito dos nossos finalizadores.

3. Na segunda parte o Rio Ave voltou a estar por cima, embora com o Leixões a adiantar-se mais no terreno e a dar menos espaços no meio-campo. Ainda assim fomos sempre acutilantes e chegamos ao golo com inteira justiça. Fábio é o nosso artista.

4. Fomos amadores e nem um minuto depois já estavamos a encaixar o 1-1 com Mora a dormir (não teve que fazer qualquer defesa e encaixou dois golos, com culpas).

5. Voltámos a reagir, mas tinhamos a nossa equipa com um meio campo e frente de ataque esgotados fisica e também animicamente. Aqui entra a passividade de João Eusébio. Tudo bem que Laércio e Vítor Gomes estão lesionados, mas Samson dá garantias, porque não entrou em jogo para dar velocidade e aproveitar os "amarelados" laterais do Leixões? O Fábio, ainda que com decrescente fulgor com o aproximar dos 90 minutos, foi sempre o "motor" do ataque, aproveitando as alas para desequilibrar a defesa lenta do Leixões, sobre tudo o eixo central com dois brasileiros (o Cleuber, tinha até ontem zero minutos de jogo na Liga de Honra) de péssima qualidade em estilo de jogo rápido.

6. Sem soluções para o meio-campo porque é que Agostinho não é chamado sequer ao banco? É um jogador "matreiro" como João Eusébio tanto gosta de afirmar e faz posições como "10" assim como pode jogar nas alas e dar outras garantias de finalização. Se já na época passada não lhe eram dadas chances porque não foi dispensado? E porque não joga agora?

7. Num golpe de fim de jogo o Leixões venceu a partida com mérito, apesar do Rio Ave com um pouco mais de sorte (esta também se procura e não é lançando Costé perto dos 90' por lançar que se encontra... Até porque Costé já mostrou porque foi dispensado do Varzim...) poder ter ganho esta partida sem dificuldade. Foi quem melhor jogou. Mas não marcou. Por manifesto amadorismo.

8. Haja cuidado quando se fala em hipotéticos substitutos, porque se João Eusébio pode e deve ser visado nas críticas é importante que se levantem nomes credíveis e se justifiquem essas apostas "de sócio/treinador" de bancada. Por mim era Carlos Manuel, não esta temporada mas quando Sousa foi pateticamente contratado. Consumado o desastre "Sousa", prefiro e continuo a preferir ter gente da casa e economicamente menos dispendiosa do que velhos tubarões com zero de garantias. Mário Reis é apenas um desses exemplos.

PS: Vou estar 15 dias ausente, espero que o Rio Ave dê a volta por cima. O BdRA não irá parar, sobretudo o TOTORIO 2006/2007.

7 Comments:

Anónimo disse...

Espero que tenham percebido nesta deslocação a Vila do Conde o que faz do Leixões um clube especial. Com uma chuva diluviana, sob o olhar de uma força policial estalinista e com uma arbitragem verde e branca resistimos e vencemos. E vocês ali debaixo da bancadinha a olhar boquiabertos. Viva o Leixões.

Elsa disse...

Está calado fostes uns cobardes 30 ou 40 a bater em duas pessoas ganhai vergonha.O árbitro grande ladrão para o Rio Ave e tu ainda tens a lata de dizer que o árbitro era por nós ganha vergonha. Tu não sabes o que estás a dizer o Rio Ave foi muito superior deu show até o vosso treinador disse que fomos superiores portanto está calado.

borges disse...

tu ai seu merdoso,es adepto de um clube de merda,com uma claque de merda...queres falar de porrada?!es um cheio de medo,que nem assinas o teu nome...se fosse no tempo dos death zone ate te comiamos os olhos...como o RIO AVE anda(mal,para perder com uma merda de um clube como o teu)ainda vamos jogar mais vezes nos proximos anos,ai vamos ver quem vai levar nos cornos...

Elsa disse...

Estás cheio de treta vais ver espera até á semana e vez os do guimarães a tirarem-vos a treta toda, ou melhor se algum de vocês aparecer pois acho que já estais todos borrados de medo.
Rio Ave is my LIFE

Sergio disse...

Eu até ia aplaudir esta iniciativa deste blog de dissecar o jogo, diga-se que está excelente! Mas há adeptos que não percebem de futebol só vêm porrada à frente e nada mais...

Eu como não pude ir ver o jogo até fiquei com uma ideia mais esclarecedora daquilo que foi...podes ter tido sorte, mas ganha quem marca...aproveitem para batam no Keita a culpa foi dele...ou não...

deixem de so verem porrada à vossa frente e analisem a bola como fizeram os administradores deste blog.

Sinceramente quando vi o jogo da pre-epoca até fiquei com a sensação que o Rio Ave iria andar sempre lá em cima, sendo o principal candidato...colocando de lado o Guimaraes...que não vai subir.

Quanto à ida do Guimaraes a Matosinhos que venham, mas se quiserem porrada vão levar primeiro da policia de choque...por isso estou tranquilo...

Força Leixões e força Rio Ave...

João Carmo disse...

Obrigado Sérgio pelo teu comentário e volta sempre.

Peço aos restantes adeptos que discutam bola com fair-play e deixem a violência de fora.

O Rio Ave não está em grande, mas pode ainda vir a estar. Eu ainda acredito.

VIVA O RIO AVE!

borges disse...

Concordo que devemos por de lado a violencia e analisar apenas a carreira do nosso clube,agora não se pode permitir que venham uns arruaceiros ao nosso blog,gozar e insultar a quem aqui passa...por isso te digo joão carmo,se queres que os adeptos do RIO AVE sejam educados tens que barrar os comentarios,de quem so vem para aqui enxovalhar-nos!!!Senão corres o risco de os adeptos do nosso clube se tentarem defender e entrar no mesmo tipo de linguagem...RIO AVE PARA SEMPRE!