segunda-feira, abril 09, 2007

Homem do leme que sobe pelo Rio

Artigo publicado no jornal "O Jogo"

Entre João Eusébio e o Rio Ave existe uma relação que transcende a simples dedicação, mas que está longe de ser uma obsessão. Trata-se de duas identidades que se fundiram numa só alma! João Eusébio esgota cada momento do seu quotidiano mergulhado no clube da sua terra natal, ignorando o ócio e os projectos pessoais que não tenham no cabeçalho o símbolo do barco que voga livremente num mar verde e branco. De hábitos simples, o treinador, que nasceu e cresceu sob a têmpera das Caxinas, agarrou com toda a força o compromisso confiado pela Direcção de Paulo Carvalho, há mais de um ano. Em vésperas de completar 44 anos, a 5 de Março de 2006, João Eusébio começava o maior de todos os seus desafios, ao estrear-se no comando técnico do Rio Ave. Não conseguiu evitar a descida à Liga de Honra, mas valeu o esforço de uma experiência que manteria na época seguinte. Manteve-se ao leme do Rio Ave com a mesma humildade e instinto protector dos tempos em que corria nos relvados.

Quem partilhou com ele a mesma camisola, recorda-se de um médio-ofensivo exigente que dava o máximo pela equipa e que raramente estava mal-disposto. Hoje, vemos um João Eusébio mais reservado, mais contido nas brincadeiras de balneário, e pouco falador. Não foi a idade que o vergou, mas sim a responsabilidade de quem passou a ser o "chefe". Gosta de estar informado e nunca se esqueceu das camadas jovens, onde adquiriu um vício saudável como coordenador do departamento, função que exerceu durante dois anos. Desde os infantis até aos seniores existem mais de 300 jogadores que João Eusébio trata pelo nome e aponta as suas melhores qualidades. Uma memória incrível, dirão os leitores. É afecto explicam os responsáveis do clube. É o primeiro a chegar aos treinos do seu plantel e o último a sair. Só vai para casa depois de se inteirar como estão as coisas na formação. Faz relatórios, prepara os planos de cada semana de trabalho e não dispensa os pormenores. No fim do dia, resta-lhe pouco tempo para a vida pessoal e sempre que pode abdica da folga para seguir viagem com os juniores.

Chegou à liderança da Liga de Honra há um mês; já estabeleceu um novo recorde do Rio Ave, ao estar 16 jogos sem perder, caminhando para a subida mais importante da sua carreira. Se tiver de esperar, João Eusébio tem a paciência suficiente para aguentar, pois ele era sempre o primeiro a concluir com bons resultados as provas de resistência...

12 Comments:

Anónimo disse...

Está aqui tudo dito no que respeita ao treinador do nosso Rio Ave, João Eusébio.Trabalho trabalho.........
josá correia

Caxineiro disse...

Ora aqui está uma excelente biografia do Ganda Chebo, seguramente escrita por quem o conhece. Se calhar um dos que já jogou com ele no Rio Ave, como o Ganda Paulo Brasileiro, por exemplo, um excelente extremo direito que agora é presidente do Glorioso Rio Ave FC.

Tudo o que é referido nesta biografia (que deveria referir o nome do cronista) é correcto. Como eu já escrevi aqui mais do que uma vez: O HOMEM RESPIRA FUTEBOL. O que só por si é motivo de respeito, nesta ou noutra qualquer profissão. E é por isso que o meu amigo Chebo há-de ir longe, porque os resultados do trabalho, de qualquer trabalho, vêm sempre ao de cima. E se até agora lhe faltava a "pinta" para, como alguns diziam e outros tantos ainda ruminam, "ser treinador do Rio Ave", aposto que ainda há-de vir a ser conhecido por ter a "pinta de não ter pinta". Independentemente da carreira que vier a fazer no Clube que ele também adora.

Viva o Rio Ave FC!!!

Anónimo disse...

oh caxineiro n da para acreditar no que escreveste!!!

O Paulo brasileiro um excelente extremo-direito??????????? por favor... toda a gente sabe k ele não sabia o que era uma bola e k hoje em dia é um FRUSTRADO SEM CURA pk o seu sonho sp foi ser jogador e fracassou rotundamente por ENORME FALTA DE QUALIDADE...

É um fracassado em tudo... um triste que anda no Rio Ave a arrastar-se pa ver se consegue o protagonismo k nunca teve nem nunca conseguirá ter... Coitado...ahahahaha

Quanto ao Eusébio, é dedicado sem dúvida mas isso não chega... não tem qualidade, carisma, nem construiu nada d significativo...nem pouco mais ou menos... (foi um jogador perfeitamente medíocre)para se faxer este tipo de crónicas...que geralmente são feitas em homenagem aos grandes campeões, coisa k não combina nada com o Eusébio...

Enfim.. mas percebo k o queiras defender por ele ser caxineiro.. tas no teu direito...
agr akela do Paulo brasileiro... é má de mais.. é um atentado ao Futebol e ao Bom-Senso

Fernando_Vilarinho disse...

ficou-me uma dúvida: se ele ler este blogue isso é um tempo de ócio ou de trabalho?

ass. o caxineiro-mor

Fernando_Vilarinho disse...

mas sem qq maldade mas este post fez-me lembrar o outro homem do leme:
"deixem-me trabalhar..
deixem-me trabalhar..."

ehehe

Caxineiro disse...

Um dos problemas da proliferação de anónimos na blogosfera é o perigo da indiferenciação dos interlocutores. Não tenho nada contra, mas seria mais prático se pelo menos se identificassem, como Anónimo 1, 2, 3, etc. Respondo aqui ao comentário que me dirigiu o que passo a chamar "Anónimo k", pelo uso que faz da respectiva tecla.

1º) Opiniões não se discutem, ou melhor, as suas diferenças. No caso da sua opinião sobre a valia do Paulo Brasileiro nem perco tempo. Obviamente, você não está a emitir opinião nenhuma, pois que se percebe pelo comentário, que faz um mero juízo de figadeira, i.e., emitiu-o com base em maus fígados, seja lá quais forem as suas razões.

2º) Quanto ao João Eusébio, é a sua opinião, contrária à que venho defendendo há muito e não apenas por ele, como eu, ser Caxineiro. Parece-me é que nesta sua opinião volta a estar presente nova dor, não sei se da mesma figadeira anterior, de cotovelo, ou meramente de corno. Só assim se justifica a falta de clarividência na sua apreciação, que NESTA ALTURA DO CAMPEONATO já poderá ser objectivada. Traduzo: 1º) "não tem qualidade" o treinador da equipa líder do campeonato da 2ª Liga? 2º) Quem não se lembra que o "carisma" dos primeiros tempos do Mourinho em Portugal não passava de ser conhecido (pelos seus detractores) por «Capitão Gay»? 3º) "Não construiu nada de significativo" um treinador que JÁ FEZ a mais elástica série de pontos na história do Rio Ave FC?

No caso da medocridade como jogador, lembro que o Eusébio terá sido dos 2 ou 3 jogadores que subiu e se manteve no primeiro escalão, quando deixou de ser júnior nas escolas do Rio Ave. Se esta escolha foi para um jogador "mediocre", só é mais uma prova, como tudo o resto, do relativismo das opiniões. Venham elas de quem "olha com olhos de ver" ou de um vulgar pitosga.

Anónimo disse...

Oh caxineiro mais uma vez demonstraste o teu profundo desconhecimento em relação aos meandros do futebol...

Primeiro no que toca à resposta que deste sobre o Paulo Brasileiro... Não tenho nada contra ele até porque ele nunca foi nem é ninguém de minimamente importante para eu estar aqui a falar dele, mas o que é certo é que o que tu escreveste sobre ele era mau e mentiroso de mais para passar incólume.. apenas por isso tá?? Fígados e dor de cotovelo, a propósito, encaixam sim, e na perfeição no Paulo brasileiro, porque como ja disse sempre quis ser jogador e foi o que se viu... nem para a regional serviu.... =)

Relativamente ao Eusébio, não sobram quaisquer dúvidas de que foi um jogador fraco, medíocre que nunca passou da "cepa torta", de clubes sem ambições de ganhar títulos.. um jogador perfeitamente desconhecido, vulgar, enfim como muitos outros que se arrastam penosamente por aí...

Já agora a forma como o defendes só revela o modo como ridicula e ingloriamente tentas elevar um indivíduo que, repito, NADA DE MINIMAMENTE SIGNIFICATIVO fez... e é verdade... não tem carisma nem qualidade...

Mas é que isto que estou a dizer é factual, evidente e todos sabem disso... foi o que aconteceu.. não é nenhum juízo valorativo como a merda que tu não te cansas de dizer e que só evidencia todo o teu facciosismo e sobretudo todo o teu provincianismo...

Talvez não tenhas inteligência (como de resto outras pessoas já te disseram e bem neste blog) para entender tudo o que disse mas se calhar para o essencial ATÉ deves ter QI.

E já agora essa da dor de corno deve ser um desabafo teu... tu lá saberás porquê:P

Outra coisa ainda... tu também não te identificas... caxineiros há muitos por aí... é o que tem valido ao Eusébio... os caxineiros, os árbitros e a competência de alguns jogadores!

Vit. Guimaraes disse...

cambada de caxineiros!! quando vieram ca vao ser esmagadoz. Voçês tem sido levadinhos ao colo!!

Anónimo disse...

bem dito anónimo "k"...
esse anonimo " caxineiro ", deve ter um QI mt baixinho, coitadito...
eu ja o tinha dito...

Caxineiro disse...

Como já seria de esperar, este espaço foi invadido pelos corajosos Rambos do anonimato, sempre muito lampeiros a personalizar os insultos e a esquecerem-se de ATACAR O MAIS IMPORTANTE QUE SÃO OS ARGUMENTOS. Que é para isso que servem os blogues, como este que ainda por cima é, ou deveria ser, um blogue de simpatizantes do Rio Ave FC. Não tem sido evidentemente essa a intenção do que chamei “Anónimo k” que demonstra ter prazer nos comentários destrutivos e de simples bota-abaixo, como são exemplos os anteriores, de que a carreira actual do Rio Ave é devida ao facto de andar ao colo dos árbitros, entre outras baboseiras de idêntico calibre.

Como desconfio que este Anónimo se tem travestido de outros, se calhar ressabiados de outras guerras e por isso não tão anónimos quanto isso, fico-me por aqui. Entrar em escaladas de insultos gratuitos até seria fácil mas recuso a participação, ainda mais por se tratar de um blogue de homenagem ao Rio Ave FC. Quanto ao meu pretenso anonimato (que não é real, pois qualquer QI mediano saberá que os nicknames são usados precisamente para se poder direccionar os comentários) deixo-o a ele e a todos os outros descansados quanto à minha identidade: quando quiser aparecer à frente de alguém eu apareço, na rua ou nos jogos.

Anónimo disse...

enfim... resposta degradante, à altura do que o "caxineiro" aqui tem escrito... e já agora continuas no anonimato, tal como todos...ahahahahahahaha

Anónimo disse...

Deixa lá, caxineiro, que este gajo cheira a polaco merdoso!!!!