sexta-feira, maio 11, 2007

O jantar de Aniversário na primeira pessoa

O nosso leitor/comentador e dedicado rioavista Borges marcou ontem presença no jantar de aniversário do nosso clube e deixou as seguintes palavras que melhor ajudam a compreender toda a cerimónia:

Parabéns Rio Ave F.C. pelo 68º aniversario e pela pujança que demonstras, pois mesmo com a vida desportiva a andar para trás consegues encher a majestosa sala de jantares do Rancho do Monte... Mais lugares houvessem! Parabéns aos bloggers que aqui passam e lá estiveram presentes, pois foi uma forma de discutirmos o RIOAVISMO e alguns assuntos que têm vindo a agradar/desagradar aos sócios.

Foi um jantar bastante agradável, que serviu para reforçar o AMOR a este grande CLUBE. Gostava de salientar os pontos altos (na minha opinião) do jantar:

1. Os discursos de Hermínio Loureiro, Mário de Almeida e Paulo de Carvalho (ao contrário do que é habitual desvendou um pouco das finanças do clube);

2. A entrega do prémio de atleta do ano a Niquinha (para mim merecidissimo, embora o Delson também tenha estado muito bem);

3. E o melhor ficou guardado para o fim com a entrega do prémio carreira ao nosso querido, magnifico e eterno capitão, AUGUSTO GAMA. Sobre este prémio, de salientar o amor que este grande e insubstituível jogador tem pelo nosso clube, coisa que os presentes no jantar puderam constatar ao ver o nosso capitão a não conseguir suster as lágrimas no seu discurso, principalmente quando afirmou que este seria o último ano que vestiria a nossa camisola, provocando a emoção geral, com a maioria dos presentes a terem a lágrima no canto do olho... Este acabou por ser o momento de maior euforia da noite, sendo o Gama aplaudido de pé efusivamente.

Viva o RIO AVE F.C.!!

PS: Um agradecimento especial da editoria ao Borges por ter aceite prontamente a sugestão de ver aqui publicado seu relato do jantar do 68º aniversário do nosso clube. Muita da história do Rio Ave FC faz-se de acções como esta, absolutamente espontâneas e desinteressadas, vindas de sócios apaixonados e cuja intervenção, crítica ou elogio tão somente nos engrandece.

2 Comments:

renato sousa disse...

Também estive no jantar, pela primeira vez, com o Borges e o Moisés Cambola, onde se passou bem o tempo em amena cavaqueira.
Tive a oportunidade de tirar uma foto com o Gama, que guardarei com orgulho, já com saudades dos seus sprints e do exemplo máximo de dedicação a um clube, coisa rara nos dias que correm. Espero ter a oportunidade de tirar também uma foto com o Niquinha, e que os jovens jogadores do Rio Ave que estão agora a despontar, sigam estes dois exemplos, que terão sucesso de certeza e eu cá estarei para tirar orgulhosamente umas fotos com eles ;)

FORÇA RIO AVE!

Afonso Henriques disse...

claramente... palavras sentidas as do Borges.