segunda-feira, maio 14, 2007

Para 2007/08 o objectivo tem de ser assumido desde já: queremos a subida!!!


No "day after" de mais uma humilhação, desta vez em Olhão, não é fácil resistir à tentação de deixar a emoção falar mais alto. Haveria muito para dizer. Todavia, é mais importante, neste momento, manter uma perspectiva lúcida e começar a pensar na forma como vamos lançar as bases da próxima época. O sucesso de 2007/08, e o regresso à Liga principal, depende disso.
O nosso técnico João Eusébio, digo-o uma vez mais, merece respeito pelo seu rioavismo e dedicação. Infelizmente, comprovou após mais uma derrota que lhe falta alguma sintonia com a realidade. O que se passou nestas duas épocas foi muito mais grave do que uma mera questão de imagem. O futebol rege-se por objectivos, e este técnico, como líder do grupo de trabalho, falhou o o que lhe era exigido em duas temporadas consecutivas. O Rio Ave não começou o ano para não descer à II Divisão, mas sim para subir. Chega de miserabilismos. A Direcção cumpriu a sua parte, tem os salários em dia quando a última subida aconteceu com 5 meses em atraso, é liderada por um presidente competente e tomará as decisões que entender, mas todos os factores devem ser colocados na balança no momento de optar.
Já agora, e como por este andar estamos condenados a nova humilhação de 5 derrotas consecutivas a fechar o campeonato e estamos, é altura de dar oportunidade contra o Vizela a quem jogou pouco. Como o Adriano, António, André Serrão, o mítico capitão Gama que fará a sua despedida e um dos grandes mistérios da época pela sua quase inexistente utilização após alguns jogos interessantes na época anterior, o Agostinho.
A terminar, e dado que o passivo está coberto e os salários pagos, vamos por favor assumir de uma vez por todas que o objectivo para 2007/08 só pode ser um: a subida. A política de dispensas e contratações tem de ser orientada nesse sentido. Quem não tiver estofo para aguentar a pressão de uma fasquia alta e ambiciosa não pode ter lugar no grupo de trabalho do Rio Ave.

Autor: Hugo Anjos

16 Comments:

Afonso Henriques disse...

muita coisa tem que ser explicada entre essas explicações o caso Agostinho, um jogador que no ano passado sempre que foi chamado deu o seu máximo em campo. pelos vistos o plantel não era curto, os jogadores chamados pelo treinador é que eram sempre os mesmos e poucos.

e no próximos domingo (dia de quota 5, quantos irão actualizar?) o treinador, e como pede muito bem o Hugo, que faça desse jogo, um jogo de oportunidades aos que poucos foram utilizados. em suma que faça desse jogo em jogo de festa.

domingo, para o estádio e em força (mas por favor, sem borlistas).

João Carmo disse...

Hugo, subscrevo na íntegra as tuas considerações.

O "caso" Agostinho é estranhíssimo e não se percebe como nunca se recorreu a este jogador experiente e "matreiro" q.b.

Assuma-se sem rodeios um objectivo claro para a próxima temporada: subir!

Afonso, eu, mesmo estando longe de Vila do Conde irei manter o meu registo de cotas sempre actual. No entanto, depois do final desta época, pretendo encerrar o meu ciclo como editor do BdRA e passar a ser mais um associado, comentador atento e, como sempre, apaixonado pelo Rio Ave FC.

Afonso Henriques disse...

João, concordas comigo que nestas alturas há sempre uma quebra de sócios pagantes. infelizmente não é só no nosso clube. tem que se fazer algo para impedir estas atitudes drásticas e se possível aumentar ainda mais o número de sócios. como? temos que arranjar uma solução.

já agora não encerres o ciclo, faz antes uma pausa… com ou sem kit kat.

João Carmo disse...

Afonso, vamos a ver se poderá ser uma pausa... A questão é achar que estando longe de Vila do Conde - e por enquanto sem perspectivas de regresso, pelos melhores motivos pessoais e profissionais - entendo que o BdRA precisa de ter um ou mais editores que estejam realmente "em cima da jogada".

Para fidelizar os sócios que gradualmente deixam de pagar as cotas é preciso oferecer um bom produto. Este ano, pelo saldo final, isso não foi feito. Se se descura a relação com o sócio/cliente do ponto de vista desportivo tem que se encontrar, um pouco no tímido caminho trilhado por esta direcção, outras alternativas: projectos do tipo Rio Ave partner, os packs família e quiçá, num futuro próximo, um novo Estádio com mais valências para os sócios (mas sobretudo CONFORTO).

A minha sugestão seria premiar os sócios mais fiéis - não só com o óbvio: êxitos desportivos - mas com regalias "premium" (bilhete convidado, desconto na cota caso consiga trazer um ou mais novos sócios, brindes e merchandising com desconto ou em oferta). Confio no sucesso do "passa-a-palavra". O melhor marketing é aquele que é gerado pelos consumidores e transmitido entre eles.

As borlas, apesar de poderem ser interessantes na abertura a novos públicos, dado o péssimo final de época, criaram um efeito contrário ao pretendido. Mais, deram aos associados a percepção de que o seu contributo é "dispensável" já que qualquer vila-condense pôde ver os jogos decisivos de borla na nascente. As borlas deviam ser válidas para jogos de consagração, como me recordo de ver em temporadas anteriores.

Finalmente a quem gere este produto Rio Ave, cabe ouvir quem "compra" e sobretudo não cometer os erros primários desta temporada. Só com ambição voltaremos à Liga bwin.

Anónimo disse...

E que tal um debate na Linear onde estes e outros pontos, pudessem florir...?

Pode até ser em espaço aberto...
Por exemplo no auditório, com a possibilidade de algumas pessoas da assistência fazerem perguntas, sendo que cada um deverá anunciar a sua participação previamente e as perguntas deverão ser previamente anunciadas ao moderador do debate...
Um programa de Rádio, ao estilo do da RTP, estado da nação, onde aqui se debateria o Estado do Rio Ave"
Onde a opinião fosse olhos nos olhos, e onde todos pudessem dar a sua opinião para o sucedido!

Desde já convido o Paulo Vidal e o Gualter Macedo a moderarem o Debate.

Convidados especiais para a Plateia:
- Capitão da equipa
- Jogador mais jovem, e jogador mais Velho
- Dirigentes
- Técnicos
- Sócios
- Amigos do Rio Ave

Para a Mesa da Entrevista:
- o Eng Paulo de Carvalho,
- Técnico da Equipa
- Eng. Mário de Almeida

Apoio aos Moderadores:

- João Paulo Meneses
- João Ricardo
- João Carmo

Anónimo disse...

Resta saber, se ao estilo do português, eles vão aceitar(Dirigentes e todos que contribuíram para esta campanha)!!! Será que vão?
Força Vidal a bola está do teu lado!

Afonso Henriques disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Afonso Henriques disse...

o capitão e o jogador mais velho (em idade e na equipa) é uma e a mesma pessoa. Augusto Gama de seu nome.

e o que tem o presidente da assembleia a ver com isto? se ao menos fosse como presidente da câmara. deveria lá estar isso sim, o vice-presidente para o futebol profissional.

Anónimo disse...

Sou Vitoriano.No entanto queria dar um abraço a todos os vilacondenses porque n mereciam o que lhes aconteceram.Felizmente que aconteceu pa nos pois foi a unica maneira de chegarmos a liga.Desejo-vos as maiores felicidades para a proxima epoca e que para o ano sejais vos a fazer a festa pq e um clube que pode melhorar a liga.Força e apoiai sempre o Rio Ave.E já agora um conselho:mandai o treinador embora pa ja se viu que n tem estofo pos jogos decisivos.Abraços vimaranenses

Anónimo disse...

SOU UM FREQUENATOR DESTE BLOGUE, PORÉM NUNCA DEIXEI AQUI A MINHA OPINIÃO, MAS HOJE EM DIA DE REFLEXÃO AQUI VAI:
1 - PORQUE SERÁ QUE NINGUÉM REFERE O FACTO DE O EVANDRO E O DELSON (OS PRINCIPAIS MOTORES DO RIO AVE), TEREM DEIXADO DE APARECER NESTES JOGOS DECISIVOS.
2 - NOS ULTIMOS CINCO JOGOS A DEFESA NUNCA FOI A MESMA, E POR ARRASTAMENTO O MEIO CAMPO TAMBÉM NÃO, (JÁ QUE SÃO OS JOGADORES DO MEIO CAMPO SÃO OS QUE REMENDAM A DEFESA, NIQUINHA, VITOR GOMES, VILAS BOAS)
3 - PENSO QUE HOUVE APOSTAS QUE NÃO AS FORAM, E TIVERAM OPORTUNIDADE PARA AS SEREM. EXEMPLOS: ANTÓNIO (TANTOS REMENDOS NA DEFESA E MEIO CAMPO, E O UNICO CENTRAL DE RAIZ NUNCA JOGOU) PEDRINHO - UNICO DEFESA DIREITO DE RAIZ QUE FOI CHAMADO AO PLANTEL POR ALGUEM QUE O CONHECIA E NEM UM JOGO DE PREPARAÇÃO FEZ.
AGOSTINHO - MUITO RÁPIDO MUITO EXPERIENTE E NUNCA FOI OPÇÃO.
ETC.
4 - TAMBÉM EU FUI CONTRA O EUSÉBIO...MAS TÊM QUE DAR O BRAÇO A TORCER POIS O RIO AVE NÃO SÓ GANHAVA MAS TAMBÉM JOGAVA MUITO.
5 - ESPERO QUE PARA O ANO A APOSTA NAS CAMADAS JOVENS SEJA FEITA POIS TEMOS ALGUNS JOGADORES EMPRESTADOS QUE TÊM VALOR (PEDRINHO, PALMEIRA, BERTINHO, ETC.) TEMOS TAMBÉM ALGUNS JOVENS DE VILA DO CONDE NOUTROS CLUBES QUE PODERIAM SER APROVEITADOS (ANDRÉ CARVALHO, ETC. TEMOS TAMBÉM NO PLANTEL O PIRES QUE POUCO JOGOU E OUTRO QUE FOI LOGO EMPRESTADO NO INICIO DA ÉPOCA.
6 - TEMOS QUE OLHAR PARA O VARZIM E A SUA APOSTA NAS CAMADAS JOVENS, POIS SE NÃO APOSTARMOS NUNCA SABEREMOS O REAL VALOR DELES.
7 - EU DAVA NOVA HIPOTESE AO EUSÉBIO CO MO GAMA A ADJUNTO (PAULO LOMA PEREIRA???) POIS ELE CONHECE COMO NINGUÉM ESTES JOVENS QUE REFERI E MAIS ALGUNS QUE TAMBÉM JÁ PASSARAM PELO RIO AVE.
8 - VAMOS PENSAR MELHOR A PRÓXIMA ÉPOCA POIS NÃO SE PODE COMEÇAR UMA ÉPOCA SEM UM DEFESA DIREITO, SEM UMA OPÇÃO VÁLIDA PARA DEFESA ESQUERDO.
9 - ESPERO QUE OS VERDADEIROS RIO AVISTAS NÃO FUJAM DA EQUIPA AGORA, POIS NINGUÉM É SÓCIO PELO PRESIDENTE NEM PELO TREINADOR, MAS SIM PELO RIO AVE.
10 - PARA QUE NÃO RESTEM DUVIDAS POSSO GARANTIR QUE SOU SÓCIO CATIVO (ANTIGUINHO) E NENHUM DE VÓS É MAIS RIO AVE QUE EU, PODEM SER IGUAIS A MIM MAS MAIS NÃO SÃO.

VAMOS ESPERAR PELAS OPÇÕES QUE IRÃO SER TOMADAS.

E VIVA O RIO AVE

Afonso Henriques disse...

"...E NENHUM DE VÓS É MAIS RIO AVE QUE EU, PODEM SER IGUAIS A MIM MAS MAIS NÃO SÃO..."

ora aqui está, há muita gente que ainda não percebeu isto. cada um sofre e vibra à sua maneira. e não é por uns berrarem ou chorarem mais que os outros são menos.

pena não teres assinado, anónimo das 6:21, nem que fosse com um nick. e porque não assinares de futuro como CATIVO? só pró pessoal identificar melhor.

Hugo Anjos disse...

Eu não estou contra o treinador. O artigo visa apenas salientar que a decisão a tomar terá de levar em conta todos os factos e riscos envolvidos. Os nossos jovens têm qualidade e podem impor-se mesmo num plantel competitivo e voltado para a subida de divisão.
Não devemos ter dúvidas sobre isso. João Eusébio é trabalhador e se ficar receberá o nosso apoio. Agora, ficou claro que quando a equipa foi ao fundo, em duas rectas finais de temporada de consecutivas, ele não conseguiu ter soluções para dar a volta ao texto. E como quem sobe de divisão é quem acaba bem a época, temos de ser racionais acima de tudo.
Claro que há jogadores com grandes responsabilidades pela sua quebra de forma, mas também temos de ver que o último terço de campeonato do Fábio Coentrão foi asqueroso, deixando de ser titular, não desequilibrando nos jogos e portando-se mal em termos disciplinares ao ponto de prejudicar o resto do grupo. Isso não pode ser iludido.
Quanto ao debate do Estado da Nação rioavista, acho muito bem que seja feito. Só não concordo com a mesa. O treinador é mero funcionário do clube e não deve lá estar. O presidente Paulo Carvalho sim, com mais duas ou três pessoas que ilustrem várias sensibilidades e que possam suscitar um debate interessante que possa dar frutos para o futuro do Rio Ave.

Anónimo disse...

JÁ AGORA ESQUECI-ME DE REFERIR QUE UM DOS MOTIVOS DE ABAIXAMENTO DE FORMA FOI TAMBÉM O FÁBIO COENTRÃO... A MANTER A SUA ATITUDE DE REI NA BARRIGA NÃO VAI MUITO LONGE, AINDA POR CIMA PARA O CLUBE QUE VAI... SE QUER SER ALGUÉM TERÁ QUE CRESCER MUITO A NIVEL FISICO E PSICOLÓGICO...
E APRENDER QUE O PÉ DIREITO NÃO SERVE SÓ PARA AJUDAR A CAMINHAR, E A APRENDER TAMBÉM A DEFENDER,E ACIMA DE TUDO SER HUMILDE...

ASS. O CATIVO

naovoucomtodos disse...

Quem viu os programas televisivos dedicados ao futebol na noite de ontem (Sportv e RTPN) percebeu que ninguém acredita que a queda do Rio Ave não foi apenas desportiva. Há sempre a dúvida que existe mais qualquer coisa, mas o quê ? Se os ordenados estão em dia, e esse é normalmente o principal factor de desãnimo então o que aconteceu ? Dos comentários que li neste blog levantam-se muitas dúvidas, mas a verdade é que se a equipa não tem quebra física, se o treinador não deixou de saber o que sabia de um dia para o outro (nota: ví substituições deste treinador que claramente deram a vitória ao Rio Ave, como em Barcelos)e se os adversários com quem o Rio Ave perdeu caem sem dificuldade de maior frente ao Guimarães, algo de esquisito aconteceu. O treinador por bons conhecimentos tecnicos que tenha não soube lidar com os "homens" ? - será verdade que cedo de mais apareceu uma lista de dispensas ? - será verdade que jogadores como Evandro, Delson e outros dos mais velhos acreditam ter lugar nesta equipa na segunda divisão mas não teriam na primeira ? - será que houve tanto dinheiro vindo de Guimarães que as equipas transcenderam-se contra o Rio Ave e ficaram cansadas frente ao Guimarães ? (não me acredito nisso). Acredito neste treinador para a próxima época se ele souber explicar estas dúvidas e outras que têm sido colocadas.

naovoucomtodos disse...

Uma palavra ao editor deste blog. Assumo que sou frequentador deste e doutros blogs de futebol, e não tenho dúvidas em afirmar que este é dos melhores senão o melhor. Parabens pelo trabalho efectuado. Mas como não acredito que a saída do João significará a adeus para sempre e o fim deste blog, um até breve para o João e boas vindas para os futuros editores que pelo que me parece ver cá trabalham e muito.

naovoucomtodos disse...

Por fim um apelo á direcção do Rio Ave que não ceda às pressões de quem quer tirar proveito do Rio Ave ao ser visto no relvado e acabe de vez com os borlistas, porque nós sócios é que garantimos o apoio á equipa nas situações boas e más.